2
Campo Grande - MS Busca
Aral Moreira

Polícia Civil prende homen em flagrante por manter esposa em cárcere privado

Denúncias podem ser feitas pelos telefones: (67) 3488-1270 e (67) 99346-2176 (WhatsApp)

17:51 - 04 set 2023 | Por Redação/Assessoria

Foto: Assessoria/Divulgação

Na tarde deste domingo, 03/09, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Aral Moreira-MS, prendeu em flagrante um homem de 20 anos de idade, que mantinha sua própria companheira, uma adolescente de 16 anos, em cárcere privado, além de ter cometido os crimes de ameaça e injúria, todos enquadrados na categoria de violência doméstica.

A ação policial teve início após a Polícia Civil receber uma denúncia de possível cárcere privado e violência doméstica, ocorridos no Bairro Ipê, na cidade de Aral Moreira. De acordo com a denúncia, a adolescente estava sendo mantida, com restrições de plena liberdade, em sua própria residência, sendo seu companheiro o autor desses atos abusivos. O acusado demonstrava possessividade extrema em relação à vítima.

Diante das informações recebidas, a própria vítima conseguiu enviar mensagens via WhatsApp para várias pessoas, pedindo ajuda e relatando a insustentável situação em que se encontrava. Uma equipe da Delegacia de Aral Moreira, com o apoio da Polícia Militar, prontamente se dirigiu ao local informado na denúncia e confirmou a veracidade dos fatos.

A jovem, ao ser abordada pelos policiais, revelou sem hesitação que estava impedida de sair de casa sem autorização do companheiro, mesmo para ir até a via pública. Além disso, ela era alvo frequente de ameaças e injúrias. A vítima também informou que estava proibida de trabalhar, estudar e até mesmo de visitar seus próprios pais, sob ameaças do agressor, com quem tem um filho de apenas 2 meses de idade.

O acusado foi preso em flagrante e conduzido à Delegacia de Aral Moreira. Posteriormente, o homem foi encaminhado à cidade de Ponta Porã-MS, onde ficará à disposição da justiça. A Delegacia de Polícia Civil de Aral Moreira reforça a importância da denúncia de casos de violência doméstica e destaca que qualquer informação pode ser crucial para salvar vidas.

Foto: Assessoria/Divulgação

É importante destacar que a prisão desse homem por cárcere privado, ameaça, injúria e violência doméstica é um passo fundamental na proteção da adolescente e na responsabilização do agressor. A situação que foi relatada revela uma séria violação dos direitos da vítima, incluindo restrições à sua liberdade pessoal, ameaças e abuso verbal.

Foi encorajador saber que a vítima conseguiu enviar mensagens pedindo ajuda e que as autoridades policiais que responderam prontamente à denúncia, confirmando a veracidade dos fatos e tomando medidas imediatas para proteger a adolescente.

A conscientização sobre a importância da denúncia de casos de violência doméstica é crucial para ajudar a identificar e interromper situações de abuso. A atuação da Polícia Civil e do apoio da Polícia Militar nesse caso demonstra o compromisso das autoridades em combater a violência doméstica e garantir a segurança das vítimas.

É importante que a vítima receba apoio adequado, incluindo assistência psicológica e jurídica, para se recuperar do trauma e reconstruir sua vida após essa experiência traumática. Além disso, é fundamental que a sociedade continue a conscientizar-se sobre a importância de denunciar casos de violência doméstica e de apoiar as vítimas em sua busca por justiça e segurança.

Denúncias podem ser feitas pelos telefones: (67) 3488-1270 e (67) 99346-2176 (WhatsApp).

A prisão do acusado representa um passo importante no combate à violência doméstica e no resgate da dignidade e liberdade da vítima, que agora poderá buscar apoio e justiça para os crimes que sofreu. A Polícia Civil segue atuando de forma incansável para proteger e garantir a segurança de todos os cidadãos.