2
Campo Grande - MS Busca
Policial

Transexual baleada na cabeça morre em Dourados e família doa órgãos

Carla Marques Ramirez, de 50 anos, foi assassinada com tiro na cabeça.

19:00 - 02 nov 2023 | Por Douglas Duarte

A transexual Carla Marques Ramirez, de 50 anos, teve morte cerebral confirmada pela equipe médica do Hospital da Vida, em Dourados, nesta quinta-feira, dia 02 de novembro e a família decidiu pela doação dos órgãos. Ela foi baleada na cabeça no último domingodia 29 de outubro, em Rio Brilhante.

O suspeito de efetuar o disparo de arma de fogo contra Carla está preso desde terça-feira. Ele tentava fugir quando foi detido pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), na rodovis BR-163. A polícia ainda tenta descobrir a motivação do crime.

A arma calibre 22 e de fabricação artesanal utilizada pelo suspeito, identificado apenas como Jonathan, foi encontrada na segunda-feira, próximo ao local onde a vítima estava, na rua Benjamin Constant.

O caso

No domingo a Polícia Militar foi acionada e no local, em conversa com a vizinha de Carla, ela contou que estava sentada em frente de casa com a filha, de 5 anos. A criança dormiu e foi colocada dentro do carro que estava estacionado do lado de fora da residência, na sequência, a mulher entrou para pegar cigarro e ouviu o barulho do tiro, saiu correndo e viu Carla caída no chão.

Enquanto a vizinha da vítima relatava o ocorrido, a criança disse “o papai deu um tiro na cabeça da Carlinha”. Os policiais questionaram a mulher sobre onde o marido estava e ela disse que estava trabalhando em uma fazenda desde o dia 26, mas não soube dizer o nome da propriedade rural. A criança disse ainda que o pai deixa a arma embaixo do colchão e às vezes no guarda-roupa.

Com informações do site Rio Brilhante em Tempo Real