2
Campo Grande - MS Busca

Prefeitura avança com obras de mobilidade urbana nas regiões leste e sul da capital

A Prefeitura de Campo Grande realiza importantes obras voltadas a mobilidade urbana. O reordenamento viário da Avenida Três Barras, após trabalhos preliminares de readequação nas ruas Manoel da Nóbrega e Miguel Sutil, avança efetivamente, em um dos principais corredores da região Leste da cidade. Ao mesmo tempo, no Jardim Morenão, a Rua dos Gonçalves é […]

17:39 - 23 jul 2023 | Por

A Prefeitura de Campo Grande realiza importantes obras voltadas a mobilidade urbana. O reordenamento viário da Avenida Três Barras, após trabalhos preliminares de readequação nas ruas Manoel da Nóbrega e Miguel Sutil, avança efetivamente, em um dos principais corredores da região Leste da cidade. Ao mesmo tempo, no Jardim Morenão, a Rua dos Gonçalves é transformada com os serviços drenagem e pavimentação.

A readequação da Avenida Três Barras consiste na retirada da rotatória que havia no encontro com a Rua Marquês de Lavradio e Avenida José Nogueira Vieira, dando lugar a dois conjuntos semafóricos com 20 porta focos e a adoção de mão única numa quadra da Rua Domingo Jorge Velho e Rua Miguel Sutil.

“Estamos muito felizes em ver a transformação que a Três Barras está recebendo. Aqui, principalmente em horários de pico, ficou bem complicado, tanto para quem precisa passar pela Três Barras quanto para nós que moramos no entorno. Essa obra vai melhorar bastante a nossa qualidade de vida por aqui”, disse a aposentada Maria Mello (65), moradora do Loteamento Cristo Redentor.

A antiga rotatória foi removida e moldados os canteiros onde ficarão os semáforos e no sábado (22) já tiveram início os trabalhos de recapeamento. Para que os acessos aos bairros não comprometam a fluidez do trânsito, no trecho entre a Avenida José Nogueira Vieira e Rua Miguel Sutil, a via foi alargada e contará com quatro pistas de rolamento, duas para cada sentido de circulação.

“Essa obra é emblemática, pois se trata de uma antiga reivindicação nossa, junto ao poder público. Ficamos muito felizes em ver acontecendo algo que tanto buscamos e que vai resolver a questão da insegurança para pedestres que sofrem com o trânsito intenso”, salientou o Presidente da Associação de Moradores do Residencial Estrela Park e Conselheiro Regional da Região do Bandeira, Grismarinho Pereira.

As melhorias também são comemoradas por empresários e comerciantes da região. “Nossa loja tem 12 anos e nossos clientes têm um problema muito grande aqui para entrar e sair, mas com o reordenamento da Três Barras nós acreditamos que vai melhorar bastante essa questão da facilidade ao acesso para nós e para o comércio de modo geral”, disse Luiz Ormundo Junior (33), gerente de um centro automotivo.

As intervenções garantirão mais fluidez ao tráfego, mais segurança para condutores e pedestres, além de reduzir o tempo de deslocamento e os índices de acidentes. A previsão é de que a obra seja entregue até meados de agosto, mês em que a Capital completa 124 anos.

“Estamos trabalhando pela modernização de Campo Grande, com novos caminhos para chegar mais rápido aos destinos e levando melhorias e desenvolvimento para as 7 Regiões Urbanas da nossa cidade. Esse trabalho é realizado ouvindo a população, elencando junto às lideranças comunitárias as prioridades de cada comunidade e essa parceria tem dado frutos e mudado a vida das pessoas”, destacou a prefeita Adriane Lopes.

Rua dos Gonçalves

Com investimento de mais de R$ 4 milhões, em obras de drenagem e pavimentação, o projeto prevê o recapeamento do trecho já asfaltado da Rua dos Gonçalves, entre as ruas Ana Luísa de Souza e Eva Perón e prolongamento de 1,2 km da via fazendo ligação com a Avenida Guaicurus, no Jardim Monte Alegre. Quando estiver concluído, o prolongamento será uma nova alternativa de acesso à Avenida Guaicurus, além de desafogar vias de grande movimento como a Rua da Divisão e Ana Luísa de Souza.

“As obras aqui na Rua dos Gonçalves vão trazer uma nova realidade para a gente, não só pela melhoria na mobilidade, já que aqui é uma linha de ônibus e vai facilitar muito o trânsito, mas também pela questão da valorização da região. Como não tinha asfalto, as pessoas desviavam rota, era uma rua esquecida, mas agora as coisas vão mudar”, frisou o técnico em informática, Júlio César Ayala dos Santos, de 33 anos, morador da Rua 13 de novembro.

A mesma empolgação com o início dos trabalhos demonstra também soldador autônomo Milton Bento dos Santos (54), que mora na Rua dos Gonçalves há dez anos. “Até duas semanas atrás, era uma rua estreita, tínhamos problemas com água entrando em casa porque, por ser bastante inclinada, a terra que a enxurrada trazia ia se depositando e subindo o nível da rua. Mas agora está bem mais larga, nivelada e, vendo as tubulações sendo instaladas, a esperança da gente volta forte. É um presente após uma década de espera”.

“Para nós é um sonho realizado. Após mais de 20 anos de luta e espera, finalmente os olhos da administração pública se voltaram para nossa região que era esquecida. É mais que uma obra de mobilidade facilitando a ligação de um ponto a outro da cidade, é uma obra que atinge diretamente a nossa autoestima enquanto cidadãos, nos sentimos valorizados”, lembrou a Presidente da Associação de Moradores do Jardim Morenão, Jucilene Aparecida da Silva Sorrilha.

Pular para o conteúdo