2
Campo Grande - MS Busca
Homenagem

Prefeita Adriane é reconhecida pela Colônia Paraguaia por fortalecer Relações Bilaterais

A solenidade, realizada na Associação Colônia Paraguaia em MS, serviu para evidenciar a relevância do povo paraguaio na construção cultural, econômica e nas tradições de Mato Grosso do Sul.

17:30 - 17 maio 2024 | Por Douglas Duarte

Créditos: Divulgação

A comunidade paraguaia desempenha um papel importante na construção Cultural e Social de Campo Grande. Nesse sentido, em comemoração ao Dia do Povo Paraguaio em Mato Grosso do Sul, celebrado nesta semana, a prefeita Adriane (PP) recebeu uma homenagem em virtude das relações institucionais, econômicas e culturais entre os dois países, considerando também as movimentações da gestora na inserção de Campo Grande na Rota Bioceânica.
 
A solenidade, realizada na Associação Colônia Paraguaia em MS, serviu para evidenciar a relevância do povo paraguaio na construção cultural, econômica e nas tradições de Mato Grosso do Sul.
 
“Estar aqui, junto à comunidade da Colônia Paraguaia de Campo Grande, sendo homenageada, recebendo esse certificado de contribuição do povo paraguaio da nossa cidade, para mim é uma honra. Saio daqui hoje com o coração cheio de alegria, por fazer parte do rol dos homenageados dessa noite, que contribuíram com o avanço, respeitando a cultura do povo paraguaio que aqui reside. Hoje em nossa capital entre paraguaios e descendentes, são em torno de quase 80 mil pessoas, que trabalham, contribuem com o crescimento e com o avanço de Campo Grande, a capital das Oportunidades, que acolhe a todos com muito amor e respeito”, discursou a prefeita Adriane.
 
A solenidade buscou relembrar as tradições e a cultura do Paraguai, por meio de danças típicas e outras ações , além de fortalecer a integração entre os países. Segundo a Associação , que foi fundada em 1973, as primeiras famílias paraguaias chegaram ao Estado em 1940, então Mato Grosso.

 
Proximidade com Paraguai
 
Em agenda oficial no país vizinho, a prefeita Adriane ((PP) se reuniu com o então presidente, Santiago Peña, recém eleito à época, em julho de 2023. Durante a reunião, a chefe do executivo Municipal de Campo Grande reforçou o papel estratégico da capital sul-mato-grossense nas Rotas de Integração Latino-Americana, em virtude da localização geográfica, pela oferta de serviços e oportunidades de negócios.

Na ocasião, o presidente do Paraguai manifestou grande interesse em estreitar relações com Campo Grande. “Minha atenção estará muito mais focada em departamentos [estados] que fazem limite com o Paraguai. Vou dedicar muito da minha atenção no processo de integração com estes países. E acredito que o maior projeto de integração seja a hidrovia. Vamos caminhar juntos nos próximos anos para que Campo Grande, Mato Grosso do Sul e Paraguai, juntos, tenham mais possibilidades comerciais. Já tenho inclusive um convite da Prefeita Adriane para, em breve, visitar a Capital de MS”.
 
Também em 2023, na gestão da Prefeita Adriane, foi inaugurado um monumento, na Praça do Rádio, que simbolizou o início desse novo marco de possibilidades comerciais entre cinco países – Brasil, Paraguai, Bolívia, Argentina e Chile.
 
Em um traçado de 2.396 quilômetros, a rota ligará o Brasil até o Oceano Pacífico, passando por Paraguai e Argentina, até chegar aos portos de Antofagasta e Iquique, no Chile. A estrada, segundo estudos da Empresa de planejamento e logística (EPL) pode encurtar em mais de 9,7 mil quilômetros de rota marítima a distância nas exportações brasileiras para a Ásia. Em uma viagem para a China, por exemplo, pode reduzir em 23% o tempo, cerca de 12 dias.
 
Sua efetivação trará inúmeras vantagens para a Capital das Oportunidades, que já possui uma localização estratégica ao empresariado, com comércio dinâmico e diversificada rede de serviços, além da ampla infraestrutura urbana e social.

Web Stories