2
Campo Grande - MS Busca
Últimas Notícias
Planejamento

Parceria entre SAS e Planurb vai agilizar produção de indicadores sociais

O objetivo foi trocar experiências e conhecer ferramentas que favoreçam a construção dos estudos e diagnósticos realizados pela vigilância socioassistencial.

09 ago 2023 às 18h08min | Douglas Duarte
Compartilhe:

Créditos: PMCG

Técnicos da superintendência de Gestão do Suas receberam nesta semana, uma capacitação ministrada pelo geógrafo Guilherme Spíndola Júnior, da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb). O objetivo foi trocar experiências e conhecer ferramentas que favoreçam a construção dos estudos e diagnósticos realizados pela vigilância socioassistencial.

A superintendente de Gestão do Suas, Marcilene Rodrigues, enfatizou que a parceria entre SAS e Planurb irá facilitar na formulação de dados e indicadores sociais, de maneira mais rápida e qualitativa, inovando e aprimorando a gestão da Vigilância Socioassistencial. “É um importante momento de trocas e aprendizados, que qualifica, aprimora e inova nosso trabalho. Quem ganha é o usuário, já que teremos resultados eficientes e que podem auxiliar na produção de novos projetos e otimizar o atendimento a população”, explicou.

A gerente da Vigilância Socioassistencial, Gizeli Motta do Prado, disse que os profissionais da SAS estão trabalhando na atualização do mapa da rede socioassistencial, por isso, na capacitação o geólogo fez uma explanação sobre o Programa QGIS, um software gratuito de geoprocessamento que coleta, trata e disponibiliza dados.

Segundo Guilherme, que desde 2015 trabalha com o software, o QGIS é utilizado por várias esferas do governo federal, já que uma de suas principais vantagens é não possuir limitação de armazenamento. “É fundamental para a gestão saber onde estão instalados seus equipamentos e ter informações sobre onde os usuário que utilizam esses equipamentos estão localizados, com isso você tem informações completas referentes ao território”, explicou o geógrafo, que também ressaltou a importância de haver uma padronização dos dados na Prefeitura.

Papel e objetivo

A Vigilância Socioassistencial é responsável por produzir, sistematizar, analisar e disseminar as informações, a ocorrência de eventos da incidência das situações de violência e violação de direitos, monitorando o padrão de qualidade, do tipo e volume dos serviços ofertados pela rede socioassistencial.

“Nós buscamos realizar a identificação dessas situações nos territórios e produzir e sistematizar informações referentes à oferta dos serviços e benefícios, de forma a contribuir com o aprimoramento desse trabalho e com sua necessária adequação ao perfil de demandas do território”, pontuou Gizeli.

A partir desse trabalho de monitoramento nos territórios, foi possível, no primeiro semestre, desenvolver diversas ações, como a alimentação e atualização dos sistemas do governo federal, estadual e municipal, reordenamento dos territórios onde estão inseridos os conselhos tutelares, reordenamento do território do Cras Vila Gaúcha, estudo sociodemográfico da região do Anhanduizinho e Centro de Convivência Itamaracá, estudo socioterritorial do Cras Estrela do Sul, entre outra ações com foco na otimização do serviço a partir da readequação de equipamentos da SAS.

O que é

O QGIS é uma aplicação de Sistema de Informações Geográficas (SIG) gratuito e de código aberto que oferece suporte à visualização, edição e análise de dados geoespaciais.

O sistema teve início na década de 1970 e se refere a todos os aspectos do gerenciamento e uso de dados geográficos digitais. O QGIS foi desenvolvido pela primeira vez em 2002 e trata-se de um programa 100%gratuito, de código aberto, que funciona em multiplataformas e manteve seu crescimento por meio de uma comunidade de desenvolvedores voluntários, que mantém o programa sempre atualizado.

As versões do programa são constantemente atualizadas por desenvolvedores voluntários com o objetivo de trazer novas funcionalidades para o software e corrigir eventuais erros no código.

O programa permite a conexão com banco de dados e servidores externos, facilitando a elaboração de mapas e ainda fornece ferramentas diferentes para manipular dados espaciais como visualização, edição e análise. Além disso, é possível fazer análises espaciais e temporais, acessar banco de dados, utilizar funções conectadas com a internet, visualização 3D dos mapas e realizar análises multicritério.

Mais Lidas