2
Campo Grande - MS Busca
Últimas Notícias
Policial

“Pai noiado” é preso por manter ex-mulher e filha em cárcere privado; Ele chamou a filha de “demônio”

O caso ocorreu em Naviraí.

09 out 2023 às 11h21min | Douglas Duarte
Compartilhe:

Crédito: Ilustração

Homem de 29 anos foi preso neste domingo (8) depois de manter a ex-mulher e a filha de 2 anos em cárcere. Além disso, ele levou os outros dois filhos que tem com a vítima. Os fatos ocorreram na casa dele, em Naviraí, distante 359 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com informações do site Tá Na Mídia Naviraí, a vítima relatou para a Polícia Militar que na noite de sábado (7) foi levar a filha de 2 anos do casal na casa do ex-marido e quando chegou no local, percebeu que o homem havia bebido e usado drogas. Ele estava alterado e agressivo, momento em que começou a discutir com a mulher.

O homem quebrou uma janela de vidro da casa, cortou o dedo com os cacos e bebeu o sangue. Na sequência, o homem passou a chamar a criança de demônio e mandou a mulher tirar a criança de perto dele, do contrário, a mataria.

A mulher passou a madrugada presa na casa do suspeito e por volta das 5h de domingo conseguiu fugir. O homem a perseguiu e a vítima começou a gritar por socorro na rua. Uma pessoa que passava de carro pela via ajudou a mãe e a filha.

Logo após, o homem foi até a casa da ex-mulher e pegou também os outros filhos do casal, de 4 e 6 anos.

Com marcas de agressões, a mulher procurou atendimento médico no Hospital Municipal de Naviraí e lá, os funcionários acionaram a Polícia Militar.

A vítima revelou que o casal está passando por processo de separação e como a guarda dos filhos ainda não foi regulamentada, eles fizeram um acordo que aos finais de semana o homem ficaria com as crianças.

Enquanto a mulher conversava com os policiais, o homem apareceu no hospital, ele estava agitado e foi preso em flagrante.

O Conselho Tutelar foi acionado e após as crianças serem encontradas, elas foram entregues para a avó materna. O caso foi registrado como sequestro, cárcere privado e ameaça, na 1ª Delegacia de Polícia de Naviraí.