2
Campo Grande - MS Busca
Meio ambiente

“Não basta plantar, tem que cuidar”: AGEMS e parceiras realizam manutenção de mudas no Arco dos Ipês

O plantio de mudas de ipês é uma iniciativa da AGEMS Ambiental que tem realizado campanhas em prol do meio ambiente já chegando a marca de 2 mil mudas plantadas.

07:00 - 27 out 2023 | Por Douglas Duarte

Créditos: AGEMS

No coração de Campo Grande, no Parque dos Poderes, o Arco dos Ipês é um local de beleza rara, onde a natureza se encontra com a arquitetura e o urbanismo.

O plantio de mudas de ipês é uma iniciativa da AGEMS Ambiental que tem realizado campanhas em prol do meio ambiente já chegando a marca de 2 mil mudas plantadas. Com parceria da Sanesul, o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL) e a Prefeitura do Parque dos Poderes, a Agência de Regulação está ciente de que, quando se trata de árvores, “não basta plantar, tem que cuidar”.

“Todas essas ações são realizadas de forma sustentável, com um olhar voltado não apenas para o desenvolvimento das mudas, mas também para o cuidado de todo o seu entorno, seja fauna ou flora. Essa abordagem abrangente visa criar um ambiente propício para o crescimento e a saúde das mudas, preservando e promovendo a biodiversidade local”, explica a servidora responsável pela ação, Nauristela Paniago.

Reunindo esforços, nesta quinta-feira (26), essas instituições realizaram um mutirão com o objetivo de avaliar o desenvolvimento das mudas que compõem o Arco dos Ipês. Essa iniciativa tem como foco traçar estratégias que atendam às demandas levantadas, considerando que as mudas requerem cuidados permanentes até que estejam completamente estabelecidas no local de plantio.

“O Arco dos Ipês não é apenas um ponto de beleza em Campo Grande, mas um símbolo da responsabilidade coletiva em relação à natureza. Essa é uma lição que reverbera nas nossas ações, sempre comprometidas com a preservação e o desenvolvimento sustentável do meio ambiente”, afirma a diretora de Saneamento Básico e Resíduos Sólidos, Iara Marchioretto.

O plano de trabalho em andamento é abrangente e inclui:

1- Limpeza Permanente da Área: Manter o entorno limpo não apenas promove uma estética mais agradável, mas também evita a competição de recursos e nutrientes, permitindo que as mudas de ipês cresçam com saúde.

2- Irrigação das Mudas: A água é essencial para o desenvolvimento das plantas, e as equipes envolvidas garantem que as mudas recebam a quantidade adequada de água para crescerem e se fortalecerem.

3- Proteção contra Insetos e Doenças: Um dos desafios no cultivo de árvores é a proteção contra insetos e doenças que podem prejudicar o crescimento. As parcerias envolvidas monitoram de perto a saúde das mudas e tomam medidas para evitar qualquer infestação prejudicial.

4- Adubação: Fornecer os nutrientes certos é essencial para o desenvolvimento das mudas. O uso de adubos específicos contribui para o crescimento saudável das árvores.

5- Colocação de Estacas para Apoiar o Crescimento das Mudas: As mudas, especialmente no início de seu desenvolvimento, podem necessitar de suportes para garantir que cresçam de forma reta e saudável. As estacas desempenham um papel importante nesse processo.


A coordenação geral da Prefeitura do Parque dos Poderes tem desempenhado um papel fundamental na gestão desses esforços, garantindo que a manutenção do Arco dos Ipês seja realizada de forma eficaz e sustentável.

Essa colaboração exemplar entre instituições demonstra a importância do cuidado contínuo com a natureza e a dedicação em manter espaços verdes urbanos de qualidade para o bem-estar de toda a comunidade.

Participaram da ação os servidores da Agems, Elisa Paes e Elberto Teles, Geissianny Bessão da Sanesul, Adriana Damião e Elton Sanches do IMASUL e Manoel Rodrigues Sobrinho e Antônio Genaro da Prefeitura do Parque.

Web Stories

Ex-vereador é morto após confusão em evento de confraternização Dicas para bons hábitos de sono para crianças Militar perde a vida após acidente grave em Aquidauana Traficante “Gringo” é executado O segredo do engajamento no Instagram