2
Campo Grande - MS Busca
Saúde

Mutirão leva atendimento em Saúde Mental a moradores do assentamento Três Corações

Os atendimentos acontecerão, de 8h às 12h, na associação de moradores do assentamento Três Corações, localizado na Zona Rural do Distrito de Anhanduí.

11:00 - 27 out 2023 | Por Douglas Duarte

Créditos: PMCG

Nesta sexta-feira, dia 27, a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Coordenadoria da Rede de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde (CRAP/SESAU), realiza a terceira edição do Mutirão de Saúde Mental. Os atendimentos acontecerão, de 8h às 12h, na associação de moradores do assentamento Três Corações, localizado na Zona Rural do Distrito de Anhanduí.

Aproximadamente 1,5 mil atendimentos foram realizados nas edições anteriores realizadas no mês de setembro no Distrito de Anhanduí e na Chácara das Mansões. Os atendimentos são feitos por uma equipe multiprofissional, composta por médicos psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e administrativos.

A coordenadora da Rede de Atenção Psicossocial da Sesau, Gislayne Budib, reforça a importância de levar o atendimento especializado aos moradores da Zona Rural e de localidades de difícil acesso, uma vez que estas pessoas tendem a não procurar o serviço de saúde, justamente por conta da distância e dificuldade de locomoção.

“Com isso estamos oportunizando que estas pessoas sejam avaliadas e recebam um atendimento adequado, sendo possível, posteriormente, estabelecer uma conduta de tratamento e ou acompanhamento pelas equipes das nossas unidades da Rede de Atenção Psicossocial”, pondera.

A Rede de Saúde Mental de Campo Grande é composta por sete CAPSs, sendo quatro CAPS III, 2 CAPS A.D IV, 1 CAPS Infanto Juvenil, 1 Unidade de Acolhimento e três Residências Terapêuticas. Todas as unidades funcionam 24 horas por dia, com média de 1300 consultas ambulatoriais de saúde mental e 2000 mil atendimentos nos CAPS por mês.

Somente a Rede Municipal possui 101 leitos para atendimentos de pacientes com problemas psiquiátricos ou usuários de álcool e drogas. Além da estrutura própria, o Município conta com 12 leitos contratualizados no Hospital Regional para atendimento de pacientes álcool e droga, 33 no Hospital Nosso Lar para atendimento de pacientes com transtornos psiquiátricos.

O primeiro atendimento, para ter acesso a toda rede de saúde mental, pode ser realizado na Atenção Básica, por meio das equipes de saúde da família, reconhecendo as necessidades da população e mantendo o diálogo com a Atenção Especializada e Rede de Urgência e Emergência. Assim, são realizados os encaminhamentos necessários para os serviços adequados para receber cada pessoa.

Web Stories

Ex-vereador é morto após confusão em evento de confraternização Dicas para bons hábitos de sono para crianças Militar perde a vida após acidente grave em Aquidauana Traficante “Gringo” é executado O segredo do engajamento no Instagram