2
Campo Grande - MS Busca
Religião

Marcha para Jesus chega a 35ª edição e encerra programação no dia do aniversário de Campo Grande

Na ocasião foram arrecadados alimentos que serão doados a entidades e famílias em situação de vulnerabilidade social.

13:59 - 27 ago 2023 | Por Douglas Duarte

Créditos: PMCG

Em um dia repleto de comemorações do aniversário de 124 anos de Campo Grande, a 35ª edição da Marcha para Jesus marcou o encerramento da programação festiva deste sábado, 26 de agosto. O evento, que contou com o apoio da Prefeitura Municipal, reuniu mais de 100 mil pessoas, segundo os organizadores. Além de toda a programação religiosa, a programação contou com atrações nacionais como a Banda Morada, o cantor Anderson Freire, além do Ministério Trazendo a Arca. Na ocasião foram arrecadados alimentos que serão doados a entidades e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Neste ano de 2023, o tema do evento, que começou tradicionalmente às 14h na Praça do Rádio Clube, foi “Deixe vir a mim os pequeninos”, passagem bíblica encontrada em Mateus 19:14. A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, enalteceu a importância do tema escolhido pelos fiéis em reflexão com toda a sociedade campo-grandense.

“Nestes 124 anos da nossa amada Campo Grande, reconhecemos a importância dessa marcha cristã crescer não somente como um ato religioso, mais sim com o intuito de refletir na sociedade a participação de todos por uma causa mais humanitária, envolvendo ações de fraternidade e apropriações dos direitos humanos. Essa marcha tem um tema muito importante, que é a infância, nossas crianças e seu total bem-estar, segurança e respeito. Nós pretendemos lançar um grande projeto de combate à violência contra crianças na Capital”, ressaltou a chefe do Executivo Municipal.

Wilton Costa, coordenador da marcha e presidente do Conselho de Pastores de Mato Grosso do Sul, destacou o apoio do poder público junto ao movimento cristão de Campo Grande para a Marcha. “A Marcha é para nós um ato simbólico, é uma expressão da unidade da igreja em Campo Grande. Queremos agradecer o apoio da Prefeitura e do Governo do Estado em nossos temas de reflexão, que neste ano trabalha a temática da criança, fazendo um alerta contra a violência doméstica e sexual. Isso é inaceitável e sem o apoio do poder público, não teríamos políticas públicas e penalizações contra esses agressores. Temos que estar todos juntos para combater esse crime”.

Durante o percurso da Marcha para Jesus, trios elétricos puxaram os fiéis até ao Paço Municipal, pela Avenida Afonso Pena, onde houve uma parada para orações, louvores e atos de gratidão. De lá, os fieis seguiram para a Avenida Fernando Corrêa da Costa, onde deu início a mais comemorações com apresentações de 14 bandas regionais do movimento gospel. Além dos músicos de Mato Grosso do Sul, três bandas nacionais desembarcam na Capital para a celebração deste sábado.

Larissa Fernanda, 17 anos e moradora do Bairro Paraty, celebrou a marcha com o intuito de atrair jovens para a causa contra a violência. “Esse evento é necessário, não somente para agradecer a Deus e o eterno amor de Cristo em nossas vidas, como também se torna um movimento sócio-político na causa de proteção as nossas crianças. Em um aniversário de uma Capital como Campo Grande, nossa marcha é fundamental para essa campanha”, apontou a estudante.

Wellinton Soares da Silva, morador do Bairro Otávio Pécora, aderiu à marcha para agradecer o desenvolvimento econômico de Campo Grande que, segundo ele, é próspera e avança na geração de empregos. “Sou contador e atendo muitos clientes, que segundo dados de suas contabilidades, demonstram negócios bem-sucedidos, que geram riquezas e principalmente, põe comida na mesa de muitas famílias. Não é à toa que já somos reconhecidos como uma capital das Oportunidades”, comemorou.

A cabelereira Sandra Cristina Xavier, moradora do Bairro Pioneiros, segue à marcha única e exclusivamente como uma referência propagadora do amor fraterno e paz entre os irmãos. “Muitas das minhas clientes me chamam de pessoa romântica, mas me considero mesmo uma pessoa sensível, que prega os bons sentimentos e afeto, pois acredito que somente assim podemos, lá na nossa base da educação e caráter, combater qualquer maldade que venha querer se manifestar em algum momento o nosso caminho. Viva o amor de Jesus Cristo”.

Pular para o conteúdo