2
Campo Grande - MS Busca
Qualificação

Maratona de natal do FAC vai certificar mais de 600 pessoas das sete regiões da Capital

Ao final, todos os participantes recebem a apostila com as receitas e o certificado de participação.

08:30 - 02 nov 2023 | Por Douglas Duarte

Créditos: PMCG

O Fundo de Apoio à Comunidade (FAC) realizou nesta quarta-feira (1°), no refeitório do Instituto Mirim de Campo Grande, a aula inaugural de lançamento da Maratona de Natal. Cerca de 60 mulheres participaram da oficina que vai percorrer as sete regiões da cidade com oficinas de chocotone, panetone, bolotone e bolo red velvet. Ao todo, mais de 600 pessoas serão certificadas.

Participaram da aula inaugural integrantes do Cras – “Henedina Hugo Rodrigues”, Vida Nova, Associação de Amparo às Famílias dos Bairros Santo Eugênio, Ametista, Tropical e moradores do Oliveira 1, 2 e 3.

Silvana Vilalba Ferreira, de 52 anos, é cozinheira e há 5 anos preside a comunidade do Residencial Oliveira 1 e 2. Ela já participou da oficina de ovos de páscoa e aproveitou a oportunidade para aprender novas técnicas com a oficina de natal. “Temos que aproveitar que é tudo de graça. Esta é uma oportunidade única de aprendermos muito mais e que todos deveriam participar”, destaca Silvana.

Aline Vilhalba Ferreira, de 33 anos, é mãe de 3 filhos. De acordo com ela, além de poder empreender dentro de casa, os ensinamentos vão passando de geração para geração. “Minha filha de 11 anos gosta muito de me ajudar na cozinha. Temos orgulho em presentear as pessoas com algo feito por nós mesmas. No final do ano ganhei um dinheirinho extra com os ovos de páscoa que aprendi a fazer aqui no FAC”, enfatiza Aline.

Durante todo o mês de novembro a oficina será ministrada nas sete regiões de Campo Grande, com intenção de capacitar cerca de 600 pessoas ao longo do mês. As turmas foram fechadas previamente em cada região. As informações onde acontecem as próximas oficinas, bem como as regiões serão divulgadas nas redes sociais do FAC @fac.pmcg.

Ministrado pela Chef Eva Galvão Santos, a oficina tem duração total de cerca de duas horas e meia. “O principal objetivo dessa oficina é a geração de renda e incluir as pessoas no mercado de trabalho. Muitas mães precisam cuidar dos filhos e não podem sair para trabalhar. Para quem já trabalha com a culinária esta é uma oportunidade de aprender novas técnicas”, reforça a professora.

As aulas e os materiais são gratuitos. Ao final, todos os participantes recebem a apostila com as receitas e o certificado de participação.

“Nosso objetivo é oferecer oportunidades para todos. Pensamos nas oficinas de panetone e bolos natalinos porque é algo fácil e prático de se fazer, além de serem muito gostosos. As alunas podem fazer para consumo próprio e para vender. É a oportunidade de ganhar um dinheirinho extra no final do ano”, ressalta a coordenadora do FAC, Adir Diniz.

Só neste ano, o FAC já ofereceu três oficinas de gastronomia sendo de ovos de páscoa, tartellete e quiche e a de especial de dia das mães, além de quatro de artesanato, sendo de decoração com coelhos, pano de prato, confecção de nécessaire, artesanato sustentável e peso de porta, capacitando mais de 1.500 pessoas.