2
Campo Grande - MS Busca

Governo de MS terá sistema de inteligência para gestão da qualificação profissional e empregabilidade

Em busca constante pela gestão eficiente e alinhada com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), a Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), por meio da Secretaria Executiva de Qualificação Profissional e Trabalho, apresentou o projeto de desenvolvimento de um sistema de inteligência para gestão da qualificação profissional e empregabilidade. […]

22:01 - 24 jul 2023 | Por

Em busca constante pela gestão eficiente e alinhada com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), a Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), por meio da Secretaria Executiva de Qualificação Profissional e Trabalho, apresentou o projeto de desenvolvimento de um sistema de inteligência para gestão da qualificação profissional e empregabilidade.

O encontro aconteceu na semana passada, na Semadesc e contou com a presença do titular da pasta, Jaime Verruck e o presidente da Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul), Ademar Silva Júnior e o secretário executivo de Qualificação, Bruno Bastos. O projeto está sendo elaborado em parceria com o SENAI e foi apresentado pela equipe técnica e contou com a presença Rodolpho Caesar Mangialardo, Cecilia Raychstock Fraga Rezina e Thales Mauricio Fernandes Saad.

Os principais eixos da plataforma são realizar o gerenciamento de vouchers de desconto, orientação (análise de perfil, trilha profissional e outros highlights), criar indicadores de desenvolvimento profissional e renda remuneração do participante (assistencialismo invertido / bolsa), possibilitar a entrega dos vouchers conforme regras definidas e disponibilidade de oferta de cursos, fornecer as métricas necessárias para consolidação do programa (informações de ocupação, renda, satisfação e oportunidades de melhoria), disponibilizar cursos ofertados pelas instituições nas modalidades gratuitos, pagos e com subsidio (voucher), fornecer orientação para os participantes escolherem melhor trilha de formação e enquadramento profissional disponibilizar informações estratégicas para tomada de decisão, oferecer estrutura remuneratória para incentivar a requalificação e inserção no mercado de trabalho.

“Dentre os desafios do governo, estão a implantação do Voucher Qualificação, ferramenta que deve ampliar as oportunidades de conexão das pessoas com o mercado de trabalho, oferecer ao jovem uma educação que lhes prepare bem para concorrer ao ENEM e aos vestibulares, mas que também abra espaço no mercado de trabalho através de cursos técnicos alinhados ao que o mercado de trabalho necessita, garantindo renda e aumentando as oportunidades de emprego, bem como promover ações de fortalecimento da educação como mola propulsora da inclusão e transformação do indivíduo e da sociedade”, destacou o secretário Jaime Verruck.

Cooperação

Na oportunidade foi assinado um termo de cooperação institucional entre  SEMADESC e a FUNTRAB, para realização de ações junto a Estratégia Estadual de Qualificação Profissional para a Inclusão, para a Produtividade e o Emprego, instituída pelo DECRETO Nº 16.172, de 2 de maio de 2023 e o estabelecimento de condições básicas de cooperação, entre os partícipes, no sentido de estimular os programas e projetos que fomentem a empregabilidade no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul.

Um dos pontos mais importantes no referido acordo é a permissão de viabilizar o intercâmbio nas áreas de dados e estatísticas em busca do atendimento às necessidades institucionais e da comunidade implementando ações integradas em áreas de interesse comum definindo assim as diretrizes e procedimentos necessários para um bom resultado no que diz respeito a qualificação e empregabilidade no Estado.

O MS Qualifica tem entre seus eixos de atuação a Qualificação Profissional e Produtividade, com o alinhamento entre oferta e demanda de qualificação profissional, inclusão produtiva e geração de renda e requalificação profissional; dar condições de empregabilidade e empreendedorismo, com a redução do desemprego e do desalento, além de estimular o primeiro emprego; promover a governança e transversalidade com os setores público e privado, por meio de convênios e parcerias e captação da demanda do setor produtivo.

Mato Grosso do Sul tem hoje cerca de 20 mil vagas de empregos abertas devido ao bom ambiente de negócios e de atração de empresas e indústrias criado nos últimos anos. No entanto, os empresários relatam que não conseguem ocupar estas vagas, pois não há mão de obra qualificada que preencha os requisitos exigidos pelas empresas.

“Por isso nossa meta é preparar a mão-de-obra para dar suporte ao desenvolvimento do Estado. É o MS mais Inclusivo e Próspero, em busca de um futuro melhor para a população.”, finalizou.

Web Stories

Ex-vereador é morto após confusão em evento de confraternização Dicas para bons hábitos de sono para crianças Militar perde a vida após acidente grave em Aquidauana Traficante “Gringo” é executado O segredo do engajamento no Instagram