2
Campo Grande - MS Busca
Tráfico

FRONTEIRA: Agência encerra operação com destruição de 109 toneladas de maconha

Com apoio da FTC, grupo de elite das forças armadas paraguaias, as ações ficaram concentradas em morros e matas fechadas nos arredores de Yby Yaú, povoado a 100 km de Ponta Porã (MS). 

21:14 - 25 maio 2023 | Por Assessoria

Terminou hoje (25) a quinta fase da Operação CUT, deflagrada pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) para combater lavouras de maconha na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul.

Com apoio da FTC, grupo de elite das forças armadas paraguaias, as ações ficaram concentradas em morros e matas fechadas nos arredores de Yby Yaú, povoado a 100 km de Ponta Porã (MS).

Conforme a Senad, o trabalho tirou de circulação pelo menos 109 toneladas de maconha, produzida em 23 acampamentos localizados em áreas de mata fechada e morros de difícil acesso. O prejuízo estimado é de 3 milhões de dólares.

Quase toda a produção seria destinada ao mercado brasileiro. Coordenadas pelos promotores Arnaldo Arguello e Celso Morales, que integram a força-tarefa de combate ao narcotráfico, as incursões ocorreram em regiões de influência de facções criminosas que dominam o cultivo de maconha em território paraguaio.

As roças de maconha foram cortadas e queimadas, assim como a droga picada, encontrada em fardos. Ninguém foi preso. O Paraguai adota como política a destruição dos cultivos e da estrutura, para causar prejuízo aos traficantes.