2
Campo Grande - MS Busca
Educação

Feito com doações da comunidade, parquinho com acessibilidade é construído em projeto do Controlador Jovem

A construção faz parte do projeto Controlador Jovem da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a participação dos alunos da unidade escolar.

12:00 - 19 out 2023 | Por Douglas Duarte

Créditos: PMCG

Feito com doações da comunidade, um parquinho com madeiras de eucalipto e acessibilidade, incluindo um balanço para cadeirantes, está prestes a ser concluído na Escola Municipal Advogado Demosthenes Martins, localizada no bairro Otávio Pécora, em Campo Grande. A construção faz parte do projeto Controlador Jovem da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a participação dos alunos da unidade escolar.

O projeto pretende estimular os alunos a serem cidadãos ativos, capazes de identificar situações de incentivo no ambiente escolar e se manifestar de forma qualificada.

Neste ano, 24 escolas se inscreveram no projeto, que oferece prêmios em dinheiro e notebooks. A conclusão da obra na unidade está programada para 30 de outubro.

Inscritas no Controlador Jovem, a coordenadora do projeto na unidade escolar, Cristiane Cidrão, e a professora Indianara Holsback decidiram convidar quatro alunos que aceitaram ajudar no projeto de melhoria da escola. Segundo Cristiane, o parquinho era um sonho da escola. “Temos aqui os grupos 4 e 5 e precisávamos de um parquinho. Foi então que os alunos acolheram a ideia e nos mobilizamos para obter recursos e realizar a construção.”

Os recursos e a mão de obra foram obtidos por meio de rifas e festas organizadas pela unidade escolar. “A mão de obra teve um custo irrisório, conseguimos um serralheiro que auxiliou com as partes de ferro e que é amigo de um funcionário da escola. O projeto mobilizou a todos”, afirma a coordenadora.

A professora Indianara é a monitora do projeto. “Inicialmente, tínhamos planejado criar uma horta na unidade, mas, após estudarmos o terreno da escola, percebemos que um parquinho seria mais interessante. Inicialmente, a ideia era que fosse usado principalmente pela educação infantil, mas do jeito que ficou, todos os alunos e até nós, servidores, vamos aproveitar”, brinca.

A aluna do 7º ano, Júlia Campos, sempre esteve envolvida em projetos da escola. “No ano passado, tivemos o Controlador Jovem, e fiquei muito animada em participar e ajudar. Este ano, entrei novamente no projeto, e estou muito feliz com o resultado.”

Eduardo Lima, do 9º ano, decidiu contribuir com o projeto por considerá-lo interessante. “Precisamos nos envolver em melhorias para a nossa comunidade. O parquinho beneficiará a todos.”

Já Ludimyla Fiallho, aluna do 8º ano, tem um irmão no 1º ano. “O parquinho será bom para o meu irmão, que está muito feliz, mas também vamos utilizá-lo.”

Eduardo Ferreira, aluno do 6º ano, é autista e foi convidado a fazer parte do Controlador Jovem. “Acho a ideia do parquinho muito legal. Nunca tinha sido convidado para participar de um projeto antes.”

Pular para o conteúdo