2
Campo Grande - MS Busca
Procon MS

Em busca do melhor preço: estudo revela diferenças de até 111% nos presentes para o Dia das Crianças.

Esse comparativo envolveu seis dos dez locais pesquisados entre os dias 2 e 5 de outubro

09:11 - 10 out 2023 | Por Assessoria

Foto: Kleber Clajus

Presentear no Dia das Crianças pode resultar em variações de preços de até 111%, conforme aponta um levantamento do Procon/MS (Secretária-Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor), órgão vinculado à Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos).

Esse comparativo envolveu seis dos dez locais pesquisados entre os dias 2 e 5 de outubro, abrangendo 31 itens, incluindo patinetes, bicicletas, bonecos, bonecas e consoles de videogame. Vale ressaltar que os preços podem ter sido atualizados.

A maior discrepância foi encontrada nas bicicletas infantis aro 16. Uma loja de departamentos vendia o produto por R$ 449, enquanto outra loja de brinquedos o oferecia por R$ 949, representando uma diferença de 111,36%. Ambas as lojas estão localizadas na região central de Campo Grande.

Por outro lado, um boneco do influenciador digital Lucas Neto teve a menor variação, apenas 3,03%. Esse item foi encontrado por R$ 164,99 em um shopping no Bairro Novos Estados, em comparação com os R$ 169,99 anunciados em um shopping no Jockey Clube.

No que diz respeito aos consoles de videogame, o Xbox apresentou uma diferença de 85,25% nos preços, variando de R$ 2.699 no Centro a R$ 4.999,90 no Bairro Cohafama. Ambas as ofertas eram de lojas de departamento.

Todos os detalhes sobre os itens pesquisados, as empresas e seus valores podem ser consultados no site do Procon/MS. O Procon/MS também enfatiza a importância do consumo consciente no Dia das Crianças, recomendando que os presentes sejam apropriados à idade da criança e que se verifique a presença do selo do Inmetro para garantir a segurança e a saúde do produto.

Além disso, os consumidores devem se informar sobre a política de troca no ponto de venda, considerando que o CDC (Código de Defesa do Consumidor) estipula a troca obrigatória nos casos de vício de qualidade ou defeito. Para bens duráveis, o prazo para formalizar uma reclamação é de 90 dias, e o Procon/MS oferece suporte por meio de formulário online e atendimento presencial em Campo Grande, se necessário.

Web Stories

Ex-vereador é morto após confusão em evento de confraternização Dicas para bons hábitos de sono para crianças Militar perde a vida após acidente grave em Aquidauana Traficante “Gringo” é executado O segredo do engajamento no Instagram