2
Campo Grande - MS Busca
Últimas Notícias
Educação Ambiental

Educação Ambiental da Agems mobiliza mais de 900 crianças em escolas de dois municípios

O evento ocorreu em Batayporã e Mundo Novo

30 ago 2023 às 16h31min | Douglas Duarte
Compartilhe:

Créditos: AGEMS

O que mais de 900 crianças podem fazer pela preservação do meio ambiente e a promoção da saúde da comunidade? É o que vai mostrar ao longo do tempo a sementinha plantada pelo programa de educação ambiental da Agência Estadual de Regulação (Agems), que mobilizou três escolas em Batayporã e Mundo Novo.

Desde os pequenos da educação infantil e 1º ano, aos maiores, das séries iniciais do Ensino Fundamental, a ação chegou para informar e convocar os estudantes a serem agentes no combate ao desperdício de água e no hábito de separar os resíduos.

Em parceria com a Sanesul, que promove campanha educativa infantojuvenil, a equipe da Diretoria de Saneamento Básico e Resíduos Sólidos e da Ouvidoria da Agência reuniu os alunos das salas para uma aula diferente. No refeitório e na quadra dos colégios, cadernos foram trocados por cartazes, cartilhas, jogos, teatro e muito bate-papo.

 “Tivemos o cuidado de adequar as informações, a linguagem e toda a comunicação à idade dos estudantes. E também de falar da realidade local daquele município”, conta a analista Nauristela Paniago, uma das responsáveis pela coordenação do projeto.

 Duas cidades, três escolas, 960 alunos

 Em Batayporã, o programa teve a participação de 80 crianças da Creche Municipal Benedita Figueiró de Oliveira que estão começando a vida escolar, na educação infantil e 1º ano, além de oito professores. 

 Em Mundo Novo, a Escola Municipal Carlos Chagas sediou a mobilização e ainda recebeu estudantes da Escola Municipal Terezinha dos Santos Mendonça.

 Os 880 alunos de 22 turmas de 1º ao 5º anos do Ensino Fundamental com suas professoras participaram de um total de três horas de atividade, nos períodos da manhã e tarde.

 “Temos que destacar a colaboração efetiva da gestão escolar na realização das atividades propostas, mobilizando e organizando, colocando os cartazes distribuídos em locais bem visíveis pela escola, e, inclusive solicitando informações adicionais sobre os serviços da AGEMS em outras áreas que não só o saneamento básico”, informa Nauristela.

 Ação integrada

 O projeto AGEMS Perto de Você: Educação Ambiental está no primeiro ano, já passou por alguns municípios e chega à comunidade escolar com um grande conjunto de informações: apresentação da Agência e seu papel, a forma de atendimento oferecida ao cidadão pela Ouvidoria, a importância de compartilhar com a família tudo o que for aprendido.

 “Mais que isso, essas crianças e jovens são convidadas a agir na prática, seja no seu ambiente escolar e familiar, seja no bairro, em todo lugar, observando problemas como vazamento e avisando a concessionária, repassando dicas de separação de resíduos, multiplicando tudo o que aprenderam”, reforça a engenheira ambiental Danielle Vendimiati.

 A parceria com a Sanesul potencializou o sucesso do projeto nas duas cidades. A concessionária levou a Campanha Educativa Infanto-Juvenil com apresentação de teatro sobre o tema saneamento, a cartilha Os Caminhos do Saneamento, jogo da memória, brindes e premiação aos vencedores de concursos de desenho e de redação.

 “É muito importante contar com essa integração da concessionária, que desenvolve campanha social dentro do programa Avançar Cidades Saneamento. Essa iniciativa faz com que a ampliação da rede de esgoto no município seja acompanhada de visitas domiciliares nas unidades com ligação nova, informação e orientação aos consumidores”, destaca a diretora de Saneamento Básico e Resíduos Sólidos, Iara Marchioretto.

 O diretor-presidente da Agems, Carlos Alberto de Assis, aponta que a educação ambiental está sendo fortemente incorporada ao trabalho de regulação. “Não tem como falar em água e esgoto, em reduzir lixo, em separar os resíduos sem falar em educação, em cidadania. E é isso que nós queremos: apoiar os Municípios na melhoria da gestão do saneamento e formar uma grande rede de cidadãos conscientes”.