2
Campo Grande - MS Busca
Desenvolvimento Econômico

Campo Grande ocupa primeira posição no ranking entre as cidades mais competitivas do Centro-Oeste

A quarta edição do levantamento, que analisa os serviços públicos nas cidades brasileiras, foi divulgada na última semana pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com a Gove Digital e a Seall.

16:12 - 29 ago 2023 | Por Douglas Duarte

Créditos: PMCG

A capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, ocupa a primeira posição entre as cidades do Centro-Oeste no Ranking de Competitividade dos Municípios. A quarta edição do levantamento, que analisa os serviços públicos nas cidades brasileiras, foi divulgada na última semana pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com a Gove Digital e a Seall.

Para a produção da versão mais atual do ranking, feita com dados retirados da prévia do Censo Demográfico de 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foram analisados 410 municípios com mais de 80 mil habitantes, o que representa 7,36% do universo de municípios e corresponde, no total, a cerca de 60% da população do país.

Ao todo, foram avaliados 65 indicadores, agrupados em treze pilares temáticos: sustentabilidade fiscal, funcionamento da máquina pública, acesso à saúde, qualidade da saúde, acesso à educação, qualidade da educação, segurança, saneamento, meio ambiente, inserção econômica, inovação e dinamismo econômico, capital humano, telecomunicações.

Tadeu Barros, diretor-presidente do CLP, explicou, no vídeo de apresentação dos resultados da edição de 2023, que competitividade é olhar para a equidade, justiça, desenvolvimento econômico e social: “É, no fim do dia, promover transformação social, trazer bem-estar, qualidade de vida para a população”. De acordo com ele, um governo competitivo é aquele que usa dados e evidências para a tomada de decisão e para a construção de políticas públicas eficientes.

No ranking geral, Campo Grande aparece na 92ª posição, sendo a única cidade do Centro-Oeste a figurar entre as 100 primeiras. Entre as capitais, Campo Grande figura na nona posição, ultrapassando as demais da região CO, como Goiânia e Cuiabá.

A cidade se destaca em 25º lugar (entre as 410) no pilar Funcionamento da Máquina Pública, 56º em Saneamento, 66º em Inovação e Dinamismo Econômico e 68º em Capital Humano com destaque para o subitem Qualificação dos Trabalhadores em Emprego Formal, na 16ª posição.

“Estamos constantemente trabalhando para melhorar esses indicadores e a inauguração do Parque Tecnológico, o primeiro de Mato Grosso do Sul, vai nos ajudar muito a atrair novos negócios e empregos e, com certeza, elevar nossa posição no ranking nacional de competitividade”, afirmou a prefeita.

Adriane pontua que essa colocação tende a consolidar o papel de Campo Grande como centro de distribuição, financeiro e de comércio exterior da Rota Bioceânica. A Prefeita lembra do potencial econômico, do centro político-administrativo, da posição geográfica estratégica e do centro gerador de conhecimento, impulsionado pelas universidades de Campo Grande, como fatores decisivos para ocupar o papel de Capital da Rota.

Web Stories

Adolescente mata a família por ter celular confiscado Ex-vereador é morto após confusão em evento de confraternização Dicas para bons hábitos de sono para crianças Militar perde a vida após acidente grave em Aquidauana Traficante “Gringo” é executado