2
Campo Grande - MS Busca
Educação

Alunos da Reme criam projeto pedagógico para melhorar desempenho da turma

O projeto foi criado por alunos do 6º ano da Escola Municipal Nazira Anache.

14:09 - 19 ago 2023 | Por Douglas Duarte

Créditos: PMCG

Alunos do 6º ano da Escola Municipal Nazira Anache, localizada no bairro Jardim Anache, em Campo Grande, propuseram à escola um projeto pedagógico, para melhorar o desempenho dos alunos em sala, diminuir conflitos e para terem um maior interesse pelas aulas.

Segundo conta a diretora da unidade escolar, Andrelina Raniere de Carvalho Ferreira, os alunos Vitória Ferreira e Enzo Gabriel de Souza Freitas, de 11 anos, a procuraram e disseram que tinham interesse em um projeto para ter uma sala de aula mais harmoniosa. “Eles vieram até a sala da direção e disseram que queriam um projeto, pois viam os colegas desestimulados, muito agitados e acabavam atrapalhando a aula”.

A diretora então, os orientou a colocar a ideia no papel e tornar o projeto oficial. Assim, os alunos que são líder e vice-líder eleitos da sala, procuraram a professora de Língua Portuguesa, Dayane da Costa Simões, que os auxiliou.

Ainda conforme Andrelina, Vitória e Enzo determinaram público-alvo, justificativa, relevância e objetivo geral do projeto pedagógico. “Nunca nenhum aluno me propôs um projeto assim, sempre partiu da equipe técnico-pedagógica e a gente fica muito feliz com isso, porque realmente mudou a sala de aula, estamos querendo aplicar em outras turmas, mas sempre com eles apresentando, pois a ideia surgiu deles”.

Vitória conta que durante uma aula de Educação Física surgiu a ideia de criar algo que fosse bom para elas e os colegas. “Eu ficava incomodada nas aulas porque era muita bagunça, eu preciso de concentração para aprender. Ai um dia eu pensei que o projeto seria bom. A gente pensou em algo positivo e no fim de cada mês, vamos fazer um dia lúdico, sem aulas, com jogos interativos, para que os alunos tenham vontade de participar”.

Enzo fala sobre como o projeto funciona na prática. A sala foi dividida em quatro grupos, sendo: brincadeiras, apaziguadores, agenda escolar e ecotime. “Os alunos no grupo de brincadeira estão responsáveis pelos jogos no dia lúdico. Os apaziguadores amenizam situações de brigas e melhoram a relação na sala. Quem cuida da agenda escolar fica responsável por avisar dia de provas e avaliações. Já o ecotime organiza a sala, recolhe lixo, organiza cadeiras fora do lugar”.

Mãe de Enzo, a professora Eudilene de Souza Arruda conta que Enzo sempre foi disciplinado e se orgulha da liderança do filho. “Nós temos uma rotina em casa e isso o ajuda muito. Ele sempre foi dedicado e isso reflete muito na escola”.

A aposentada Leonora Francisca da Silva cria Vitória desde 1 ano de idade. “A Vitória é maravilhosa, ela já chega da escola querendo estudar, sempre quer ler livros, é o que ela sempre me pede de presente. Só orgulho da minha neta”.

Pular para o conteúdo