2
Campo Grande - MS Busca
Habilitação

150 inscrições do Programa Locação Social são convocados para entrevista com a imobiliária.

A mensagem foi encaminhada para os inscritos na última sexta-feira (15)

20:25 - 18 set 2023 | Por Assessoria

Foto: Assessoria

Nesta segunda-feira (18) a Emha (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) atende aos 150 convocados no Programa Locação Social que foram notificados via SMS para participar da etapa de entrevista com a imobiliária responsável pelos contratos, IIMOV Brasil. Ao todo foram convocadas 86 pessoas do Grupo Centro e 68 do Grupo Idosos.

A mensagem foi encaminhada para os inscritos na última sexta-feira (15). Os atendimentos iniciaram às 9h e seguem até às 15h de hoje, na agência do Shopping Norte Sul Plaza. Vale ressaltar que o não comparecimento das famílias convocadas pode acarretar na desclassificação.

Ao chegar na agência, os atendidos serão orientados pela imobiliária sobre o imóvel escolhido pelo futuro beneficiado, que deve atender as exigências já estabelecidas pelo Programa. Não é necessário levar nenhuma documentação.

A aposentada Luci Ramona, 63 anos, faz parte do Grupo dos Idosos e já entregou todos os documentos necessários. “Fiz duas entrevistas e com a graça do senhor fui aprovada. Hoje em dia eu pago R$ 950,00 de aluguel e se eu conseguir vai aliviar bastante, muito mesmo, foi uma benção eu ter sido selecionada. Eu sou aposentada por problema de saúde, moro sozinha e estou na expectativa de conseguir ficar na mesma casa que eu já alugo com a dona do imóvel. Minha expectativa é que esteja tudo certinho”.

Luci conta que recebe apenas R$ 620,00 por mês, pois um empréstimo é descontado do seu salário todos mês. Para se sustentar ela conta da ajuda da filha, para comprar remédios e pagar outras contas. “O desconto que eu conseguir já vai me ajudar muito”, disse a aposentada.

De acordo com a gerente do Programa, Neide Viegas, a etapa serve para analisar o perfil dos convocados junto à imobiliária. “Esse momento é de conversa também com o proprietário do imóvel, para saber se eles aceitam colocar o imóvel no programa por que para isso é preciso dar uma garantia de pelo menos três anos, conforme prevê as regras do programa”, explica a gerente.

Já a aposentada por invalidez, Marinilce Alencar, 63 anos, que sempre morou de aluguel, explica que a isenção vai ajudar a equilibrar as despesas mensais. “Eu pago R$ 600,00 de aluguel e não estou dando conta porque tomo medicamento de uso contínuo e recebo um salário mínimo. Com esse valor eu não consigo comprar todos os remédios. Se conseguir essa isenção do aluguel vai ajudar bastante”, disse a aposentada.

Locação Social

O programa de locação é dirigido às famílias com renda familiar mensal bruta entre 1 (um) e 3 (três) salários mínimos que atenderem, cumulativamente, aos seguintes requisitos:

Possuir renda familiar per capita igual ou superior a 25% (vinte e cinco por cento) do salário mínimo;

Não ser proprietário, promitente comprador, permissionário, promitente permissionário de direitos de aquisição, usufrutuário ou arrendatário de outro imóvel;

Não ter sido contemplada, em caráter definitivo, por programas habitacionais públicos;

Estar cadastrada no Cadastro Geral da Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Emha).

É admitido o atendimento para famílias com renda familiar mensal bruta superior a 3 (três) salários mínimos, limitada a 5 (cinco) salários mínimos, desde que a renda per capita não exceda 1 (um) salário mínimo.

Web Stories

Adolescente mata a família por ter celular confiscado Ex-vereador é morto após confusão em evento de confraternização Dicas para bons hábitos de sono para crianças Militar perde a vida após acidente grave em Aquidauana Traficante “Gringo” é executado